terça-feira, maio 17, 2011

Troféu Globo Minas: base da seleção é formada pelo time do Cruzeiro

Troféu Globo Minas anuncia os melhores (Fernando Martins / Globoesporte.com)

O meia Montillo, do Cruzeiro, foi o grande vencedor no Troféu Globo Minas, promovido pela TV Globo Minas, o Globoesporte.com/MG e a Rádio Globo Minas, em parceria com o Jornal "O Tempo", na noite desta segunda-feira. Na cerimônia, que premia os melhores do Mineiro 2011, foram anunciados os ganhadores nos quesitos ‘Ídolo da galera’, ‘Revelação’ e ‘Gol mais bonito’. Além disso, foram entregues os troféus para os jogadores da seleção do campeonato, melhor árbitro, craque da competição e artilheiro. O campeão Cruzeiro foi o clube com maior número de premiados.

A seleção do Mineiro 2011 foi a seguinte: Fábio (Cruzeiro); Marcos Rocha (América-MG), Réver (Atlético-MG), Victorino (Cruzeiro) e Guilherme Santos (Atlético-MG); Leandro Ferreira (América-MG), Henrique (Cruzeiro), Luiz Fernando (Guarani-MG) e Montillo (Cruzeiro); Fábio Júnior (América-MG) e Magno Alves (Atlético-MG). Cuca (Cruzeiro) ganhou o prêmio de melhor treinador.

Um dos mais felizes era, sem dúvida, o meia Roger, do Cruzeiro. Mesmo fora da seleção, o atleta foi eleito o ‘Ídolo da galera’. Com uma votação expressiva, Roger bateu na disputa o atacante Neto Berola, do Atlético-MG, e Jonatas Obina, do América TO.

- Ser escolhido entre os jogadores do Cruzeiro me deixou muito lisonjeado. O time tem nomes como o Fábio, como o Montillo, jogadores que tem identificação muito grande com a torcida.

Fábio Júnior, do América-MG, foi ganhou o prêmio de artilheiro da competição. Com 13 gols no Mineiro, o atacante ficou à frente de Magno Alves e Jonatas Obina, que fizeram dez gols cada um. O centroavante do Coelho tem uma meta de fazer 33 gols na temporada, um gol para cada ano de vida.

- É isso mesmo. Faltam 20 gols. Vamos torcer para que o América-MG faça um grande Campeonato Brasileiro, e eu tenha condições de marcar muitos gols. A luta vai começar já no próximo domingo, contra o Bahia, em Sete Lagoas.

O craque do campeonato não foi surpresa para ninguém. O argentino Walter Damián Montillo levou três prêmios. Além do melhor jogador do Mineiro, o meia ainda levou o prêmio de ‘Gol mais bonito’, marcado contra o América TO, em Teófilo Otoni, e também marcou presença na seleção do torneio.

Por fim, Emerson de Almeida Ferreira foi eleito o melhor árbitro, e Fillipe Soutto, volante do Atlético-MG, a grande revelação.

Surpresa

O atacante Euller, do América-MG, recebeu uma homenagem especial do Troféu Globo Minas. O jogador aproveitou a emoção e anunciou o fim da carreira. Agora, a chance de ver Euller em campo tem data para acabar.

- Estou conversando com a diretoria do América-MG. Vai ser antes do término do primeiro turno do Brasileirão. Quero que seja marcante para mim e para minha família.

0 comentários:

Postar um comentário