segunda-feira, julho 04, 2011

Ademilson e Adryan brilham de novo, Brasil bate Japão e está na semifinal

leo brasil sub 17 gol japão (Foto: Agência EFE)
O Brasil está na semifinal do Mundial Sub-17 e segue na luta pelo quarto título. Mais uma vez, a equipe do técnico Emerson Ávila contou com gols de Ademilson, do São Paulo, e Adryan, do Flamengo, para vencer o Japão por 3 a 2 neste domingo em Querétaro, no México, pelas quartas de final. O primeiro gol do jogo foi de Léo, do Cruzeiro. Após fazer 3 a 0, a Seleção levou um sufoco nos minutos finais e quase cedeu o empate.
Camisa 10 e um dos destaques da equipe, Adryan não vai enfrentar o Uruguai pela semifinal: o jogador do Flamengo recebeu o segundo cartão amarelo na competição e está suspenso. Porém, Emerson Ávila poderá contar com o retorno de Lucas Piazon, atacante do São Paulo negociado com o Chelsea e que não atuou contra o Japão por suspensão. A partida contra a Celeste será na quinta-feira, às 17h (de Brasília), em Guadalajara.
Ademilson é o vice-artilheiro do Mundial com cinco gols. O líder da tabela é Souleymane Coulibaly, atacante da Costa do Marfim que marcou nove vezes em quatro partidas. Mas a seleção africana já está eliminada e o brasileiro tem mais duas partidas, se a Seleção chegar à final, para buscar a artilharia.
Os outros semifinalistas serão conhecidos na segunda, quando a Alemanha enfrenta a Inglaterra em Morelia, enquanto o anfitrião México encara a França. A final da competição está marcada para o próximo domingo, às 20h (de Brasília), na Cidade do México.

O Brasil dominou o primeiro tempo e abriu o placar contra o Japão aos 15: Adryan cobrou escanteio na cabeça de Leo, que subiu bem de cabeça e fez 1 a 0. Foi o segundo gol do atacante do Cruzeiro, que substituiu Lucas Piazon no time titular, no Mundial. Aos 40, a pior notícia da parttida para Emerson Ávila: Adryan entrou de sola em Iwanami e recebeu cartão amarelo, que o deixará fora da semifinal.
Na etapa final, Ademilson precisou de apenas dois minutos para ampliar. Após cruzamento de Guilherme, do Vasco, o atacante do São Paulo dominou na área e bateu de canhota, sem defesa para Nakamura. Foi o quinto gol de Ademilson em cinco partidas no torneio.
O artilheiro brasileiro ainda teve mais duas grandes chances logo após balançar a rede. Primeiro, chutou para fora. Depois, bateu para defesa do goleiro e no rebote chutou por cima da baliza. Aos 8, Ishige assustou a Seleção e acertou uma bola no travessão de Charles. Mas o Brasil respondeu com um golaço: Adryan entrou pela área na esquerda, deu um drible de letra em Kawaguchi e acertou o ângulo direito do goleiro japonês. Brasil 3 a 0.
Com a classificação praticamente garantida, a Seleção diminuiu o ritmo e acabou sendo pressionada pelo Japão. Aos 31, os japoneses diminuíram: Takagi entrou pela direita e cruzou para Nakajima, sozinho na marca do pênalti, tocar com categoria no canto esquerdo de Charles.
A seleção asiática se empolgou e lutou pelo empate. O segundo gol saiu aos 42, quando Hayakawa aproveitou um rebote na pequena área, depois que a bola bateu no travessão, e marcou: 3 a 2. Logo em seguida, Takagi cruzou da direita, a bola passou por todos na área, e assustou os brasileiros.

0 comentários:

Postar um comentário